Elizete, Paulo Sérgio e Jocemar, procurados pela polícia.

A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) trabalha com a polícia de Mato Grosso na identificação de um grupo de estelionatários que está aplicando golpes naquele Estado.

De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, há registro de boletins de ocorrência em sua delegacia sobre talões de cheques que foram extraviados e cujas folhas, provavelmente, estão sendo utilizadas em Mato Grosso. Três pessoas foram detidas, acusadas do uso de talões de cheques clonados e identidades falsificadas para realizar compras e lesar comerciantes. A polícia de Mato Grosso enviou fotos dos detidos, que foram inicialmente identificados como Elizete Baptista da Silva, 32 anos; Jocemar Moreira, 35, e Paulo Sérgio Cambuhy, 34. Pelos dados obtidos, os detidos têm moradia em Curitiba e, por isso, foi solicitado o auxílio da DFR.