Dois marginais correram atrás do ex-presidiário Lucas Figueiredo Pinto, 19 anos, e o mataram com quatro tiros, sendo dois na cabeça. O crime ocorreu por volta das 20h de ontem, no beco existente na Rua Soldado Miguel Dromboki, no Conjunto Érico Veríssimo – palco de diversas mortes – no Alto Boqueirão. O rapaz assassinado havia cumprido pena por tráfico de drogas durante um ano, e ganhou a liberdade há apenas 30 dias.

Investigadores da Delegacia de Homicídio estiveram no local, mas não levantaram informações sobre o assassino, que pode ser um traficante de drogas. Os moradores do lugar contaram que os atiradores encontraram Lucas conversando com amigos, na praça do bairro. Quando viu os assassinos se aproximando, ele correu para o beco. Mas foi perseguido e baleado.

Mortes

No final de fevereiro um grupo de pessoas participava de uma festa em um apartamento no mesmo conjunto, quando traficantes da região invadiram a residência e mataram duas delas. No dia 1.º de março último, Luciano dos Santos Zamboto, 24, levou dois tiros nas costas e morreu próximo ao mesmo beco em que Lucas foi abatido ontem. A polícia não descarta a hipótese dos crimes estarem sendo praticados por um mesmo grupo, ligado ao comércio de entorpecentes.