Ciciro Back

A polícia agiu rápido para elucidar a morte do vigilante Orlando Andrade, 36 anos, agredido a pauladas e pedradas na madrugada de quinta-feira, em Piraquara, por não ter dinheiro para entregar aos seus assassinos. Jessé Vital (foto), 18 anos, foi preso e três menores apreendidos. Todos confessaram que participaram do crime.

O vigilante estava indo para casa, por volta da 1h, quando encontrou Jessé e os garotos, dois deles de 17 anos e um de 16, que saíam de um bar e o abordaram na Avenida Centenário, Jardim Bela Vista. Os jovens pediram dinheiro para Orlando e avisaram que caso ele se negasse iriam matá-lo. O vigilante implorou pela vida, sendo que populares ouviram os gritos: "Socorro! Não me matem". As palavras da vítima de nada adiantaram, armados com pedaços de paus e pedras, os assassinos começaram a espancá-lo. Os marginais tiraram as roupas do vigilante, deixando-o seminu. As roupas foram encontradas mais tarde em uma construção abandonada.