A elucidação de um caso de latrocínio fez com que policiais da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, desmantelassem uma grande quadrilha de assaltantes, receptadores e adulteradores de carros furtados. Júlio Aparecido de Lima, Elvis de Lima, 18, e Ewerton Leonel da Silva, o "Tonton", 19, estão presos. O trio confessou o envolvimento no latrocínio (roubo com morte) da diarista Marilis Gai, 25, que aconteceu no dia 1.º de novembro, no Umbará. A polícia ainda procura Márcio Apolônio, o "Prego", 22, que seria o autor do disparo que matou a mulher. Com a prisão do trio, a polícia já recuperou cinco carros roubados.

O delegado Hamilton Cordeiro da Paz, titular da DFRV, informou que os três presos contaram vários roubos que cometeram e delataram para quem venderam os veículos adulterados. "Estamos trabalhando para prender o "Prego", que é um indivíduo de alta periculosidade. Também estamos apurando outros carros roubados e adulterados por eles", disse o delegado.

Entre os carros recuperados está o Gol, cor preta, placa ALW-4027, tomado em assalto no dia 26 de outubro deste ano. "O Júlio contou que deu cobertura com sua Kombi, para que Elvis e Everton roubassem o Gol, na Rua Maestro Francisco Antonelo, Vila Fanni. Depois eles venderam o carro, em Fazenda Rio Grande", contou Hamilton.

Em seu interrogatório, Júlio alegou que no dia 27 de outubro deu cobertura para que Everton e "Prego" tomassem em assalto o Celta placa ALD-6589. "Os dois carros foram vendidos para Demetrio Euclides Berte, que está sendo procurado", salientou o delegado. O Celta já estava com a placa fria ALW-4027. "Pela venda dos dois veículos, o Júlio recebeu em troca o Gol placa AHI-8024, que também estava adulterado e foi apreendido. O chassi pertence a outro carro, cuja placa verdadeira é AHK-7054", informou Hamilton. Os policiais também apreenderam o Gol vermelho que estava com a placa "fria" CBF-2052. "Na realidade, a placa é AFK-0600, e o boletim de ocorrência é de 2003", explicou o delegado. Ainda foi apreendido o Fiat Uno, vermelho, que estava com a placa falsa AFM-4053, sendo que a verdadeira é AEY-9474. "Todos os carros estavam em Fazenda Rio Grande", disse o delegado.