Ao colidir sua motocicleta contra um caminhão que estava parado, Pedro Carneiro Ortiz morreu na manhã de ontem, na Cidade Industrial de Curitiba. O acidente aconteceu por volta das 7h, na Rua Wiegando Olsen, em frente ao número 1000. Pedro saía da empresa WHB Fundição – onde trabalhava – pilotando a motocicleta placa AKS-8389, quando acertou a traseira do caminhão Scania placa AOA-0297, que havia acabado de estacionar.

Outro

Jairo Júnior de Paula, 28 anos, morreu após cair da moto que conduzia, placa ABN-0770, na Rua Francisco Derosso, Alto Boqueirão. O acidente ocorreu por volta das 20h30 de sábado. Segundo testemunhas, Jairo estava com a moto de um amigo e parecia conduzir alcoolizado. Ele bateu no braço de uma menina de 17 anos que, com o membro fraturado, precisou ser hospitalizada. Depois disso, colidiu contra um Vectra e caiu no asfalto. As testemunhas ainda disseram que ele não usava capacete.

Ponte

A falta de sinalização na BR-116, em Fazenda Rio Grande, provocou outro acidente fatal às 20h30 de sexta-feira. A moto Titan placa AMC-4352, pilotada por Jhonata Willian Honório, 18 anos, caiu dentro do Rio Mascate, no Parque Verde, quilômetro 129 da rodovia. A namorada dele, Franciele Delgado, 11, morreu antes que pudesse ser retirada da água. Jhonata foi socorrido pelo Siate e encaminhado ao Hospital do Trabalhador, em estado grave. Não bastasse a rodovia estar mal sinalizada, a ponte está sem mureta de proteção.