André foi morto em Araucária.

Um Monza escuro saiu em disparada na Rua das Dálias, Jardim Tupi, em Araucária, deixando para trás o corpo de André Gross, 18 anos, morto com cinco tiros, em frente a uma mercearia, às 21h de sexta-feira. A informação sobre o carro foi a única pista que os soldados Paulo Edgar e Julian, do 17.º Batalhão da PM, conseguiram com algumas testemunhas.

Sabe-se apenas que eram dois indivíduos dentro do veículo. “Um deles desceu do carro e executou o rapaz”, comentou o policial. Ao lado do corpo foram recolhidos quatro cartuchos de balas, calibre 38, e um projétil intacto. O material foi recolhido pela Polícia Científica. O perito Ernani, em avaliação preliminar, contou quatro ferimentos no rapaz. André foi atingido por um tiro nas costas e três no peito. “Em exames complementares iremos verificar se ele foi ferido na nuca, já que há bastante sangue em sua cabeça”, disse o perito.

André morava na Rua das Acácias, a poucas quadras de onde foi morto. Segundo comentado por familiares, ele tinha apenas uma passagem pela polícia, quando ainda era menor de idade, por vadiagem. Os investigadores Antônio e Albert, da delegacia local, colheram as primeiras informações para esclarecer o crime.