Uma adolescente de 15 anos foi assassinada no final da madrugada de ontem, em Pinhais. Juliana Silva Inácio estava acompanhada do namorado e levou um tiro que entou pelas costas e saiu no peito. Ela morreu na Rua Jacarezinho, Conjunto Renato Bonilauri, antes que pudesse ser socorrida.

Segundo a polícia teria havido um confronto armado entre duas gangues rivais. “Suspeitamos que as turmas brigaram, trocaram tiros e acertaram a menina”, disse o investigador Carvalho, da DP local.

O namorado de Juliana contou outra versão. De acordo com o relato, ele e a garota voltaram de táxi de uma casa noturna, na Avenida João Leopoldo Jacomel. “Descemos da esquina e já tinha outro táxi esperando. Umas cinco pessoas saíram atirando”, contou o rapaz, que disse não conhecer os autores nem saber os motivos do crime.

O soldado França, do 17.º Batalhão da PM, acredita que o assassinato de Juliana não tem relação com o de Rodrigo de Melo Cavalheiro, porteiro que esteve na mesma danceteria e foi morto momentos antes na Vila Maria Antonieta, também em Pinhais. “Agora começamos a investigação para tentar prender os autores”, falou o policial Carvalho.