O carrinheiro João Machado, 36 anos, morou por poucos dias em sua nova casa, na invasão Icaraí, no Uberaba. Duas semanas após se mudar, ele foi morto com um tiro no rosto, por volta das 20h de sábado, em frente ao seu barraco, na Rua Central. Para a vizinhança, o motivo do crime ainda é um mistério. Desconhecido na região, o carrinheiro morava com o filho, de aproximadamente 10 anos, mas segundo informações passadas aos policiais militares que atenderam à ocorrência, o filho de João havia saído de casa e estaria morando na rua. Embora o local do crime seja cercado de moradias, ninguém soube informar à polícia como aconteceu o assassinato. Vizinhos apenas relataram que ouviram um disparo de arma de fogo e, em seguida, a movimentação de pessoas correndo. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios.