Foto: Daniel Derevecki

Daiana levou três tiros na cabeça e um nas costas.

Um par de tênis foi o motivo da morte de Daiana Cristina Correia dos Santos, 19 anos. Ela foi assassinada com três tiros na cabeça e um nas costas, às 19h35 de ontem, na Rua Deputado Joaquim Ferreira Guimarães, próximo ao mercado Adriana, Jardim da Ordem, Tatuquara. A mãe da garota, identificada apenas como Ana Lúcia, foi ferida com um tiro no ombro e levada pelo Siate ao Hospital do Trabalhador.

Enquanto era atendida pelos socorristas, Ana contou à polícia que ela e a filha foram baleadas porque Daiana havia furtado um par de tênis de ?Ceará?. Segundo a mulher, ele passou de carro por elas, atirou e fugiu.

Um morador antigo da região comentou que as duas vítimas não são conhecidas na vila. ?Pelo que sei, elas moram mais no meio?, contou. ?Foi um monte de disparos, em seguida o barulho de um carro saindo em alta velocidade?, relatou o morador.

Gol

Segundo o soldado Silva, do 13.º Batalhão de Polícia Militar, o assassino estava em um Gol vermelho. ?As pessoas não falam muita coisa, sabemos apenas o que a mãe contou antes de ser encaminhada ao hospital?, lamentou. O soldado disse também que, em consulta ao cadastro de registro geral, o nome da garota não foi confirmado. ?Vamos passar as informações para a Polícia Civil, que vai identificar a garota e iniciar as investigações?, contou o policial.