Temida por donos de bares e estabelecimentos comerciais, a Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu), passará por reestruturação e mudará de nome por determinação do secretário da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida Cesar. A Secretaria informou que as operações vão continuar, mas com condução diferente, e que dará detalhes na semana que vem.

As operações da Aifu são deflagradas por denúncias, como queixas de perturbação de sossego. Composta por diversos órgãos, a Aifu interditava aqueles estabelecimentos, por exemplo, sem alvarás como o da vigilância sanitária. Os comerciantes, porém, reclamavam, principalmente, dos excessos durante as inspeções.