Anderson Tozato
Família não acredita em suicídio.

Na noite de sábado, Ezequiel Braz Monteiro, 17 anos, foi até a casa da mãe, em Pinhais, e a presenteou com um panetone. Foi a última vez que Clarisse Nunes Monteiro, 55, viu o filho com vida. Na tarde de ontem, o jovem foi encontrado morto, enforcado em uma árvore sobre o Rio Palmital.

No começo da tarde o irmão da vítima, de 11 anos, foi brincar com alguns amigos no matagal e avistou o corpo. Desesperada, a criança correu para casa e avisou a mãe. Clarisse entrou no local e viu o filho trajando apenas uma bermuda, que segundo ela, não era dele. "Mataram meu filho e roubaram o tênis e a calça dele", disse ela. Ezequiel já esteve internado para se recuperar do vício por entorpecentes.