A Itália venceu Cuba por 3 a 1 (25/27, 25/19, 25/21 e 25/19) hoje em Nagóia, no duelo pelo Mundial Feminino de Vôlei que reuniu as campeãs das últimas quatro edições da competição – a Itália venceu em 2002, na Alemanha, enquanto Cuba ganhou em 1990 1994 e 1998.

A vitória garantiu a classificação da seleção italiana para a segunda fase, mas não foi suficiente para que a equipe assumisse a liderança do Grupo D – segue atrás de Sérvia e Montenegro, que ganhou sua quarta partida consecutiva: 3 a 0 sobre o Egito (25/9 25/13 e 25/15). No outro jogo da chave, a Turquia bateu o Peru por 3 a 2 (25/27, 25/18, 21/25, 25/19 e 15/9) e ficou perto da classificação – divide o terceiro lugar com Cuba, e só precisa torcer para que as cubanas vençam as peruanas neste domingo.

No Grupo B, que se encontrará com o Brasil na segunda fase, a Rússia bateu a China por 3 a 1 (20/25, 25/23, 25/17 e 25/12) e assumiu a liderança isolada, com quatro vitórias. A China foi superada na segunda posição pela Alemanha, que derrotou o Azerbaijão por 3 a 0 (27/25, 25/18 e 25/20) – as duas equipes decidem a posição neste domingo. A República Dominicana saiu do zero ao vencer o México por 3 a 0 (25/20, 25/19 e 25/12).

A surpreendente Taiwan venceu a Polônia por 3 a 1 (25/19, 25/18, 23/25 e 25/23) e se isolou em primeiro no Grupo A, com quatro vitórias. O Japão garantiu a classificação para a segunda fase ao bater a Coréia do Sul por 3 a 1 (25/21, 21/25, 25/21 e 25/22) enquanto a Costa Rica manteve as chances de obter uma vaga ao conquistar sua primeira vitória, sobre o Quênia, por 3 a 2 (19/25, 23/25, 25/16, 32/30 e 15/9).