O Uruguai realiza, na semana que vem, um leilão para a compra de energia do Brasil. Segundo comunicado da Administração Nacional de Usinas e Transmissões Elétricas (UTE) daquele país, será contratada uma potência de 72 megawatts (MW) por um período de um ano. O início do contrato será em 1º de janeiro de 2005. O Brasil forneceu, este ano, 193 gigawatts-hora (GWh) para o Uruguai, entre os meses de junho e setembro.

O país vizinho passava por dificuldades provocadas pela crise energética argentina, já que parte do abastecimento local é proveniente daquele país, que enfrentava escassez de gás natural para a geração termoelétrica. Na época, a energia brasileira também ajudou o mercado argentino. Entre junho e setembro, o Brasil vendeu 1,061 mil GWh para aquele país.

A venda para o Uruguai será feita pela interconexão Rivera-Livramento, no Rio Grande do Sul, e será feita de forma interruptível. Ou seja, o envio da energia poderá ser interrompido caso o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) entenda que pode haver risco para a segurança do sistema elétrico.

O leilão, marcado para o dia 17 de dezembro, será realizado pela Câmara Comercializadora de Energia Elétrica (CCEE). Os concorrentes terão de apresentar como garantia cartas de fiança bancária com o valor de um mês de faturamento.