O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje a prestação de contas de todos os candidatos às eleições do ano passado. Entre os postulantes ao governo, os maiores gastos foram registrados pelo senador Álvaro Dias (que disputou pelo PDT), num total de R$ 4.761.156,50. O governador Roberto Requião (PMDB) declarou gastos de R$ 3.594.065,50. O candidato Beto Richa (PSDB) declinou gastos de R$ 2.653.701,25, e o padre Roque Zimmermann (PT), de R$ 311.523,19.

Os números mais modestos, segundo o TSE, foram os de Severino Nunes de Araújo (PSB), num total de R$ 2.960,00.