Carol Proner obteve nota máxima na recente defesa de seu doutorado, na Universidad Pablo de Olavide, em Sevilha, na Espanha. A professora apresentou a tese ?Propriedade intelectual e direitos humanos: o sistema internacional sobre patentes de invenção como obstáculo para o direito ao desenvolvimento?. Sua pesquisa foi elogiada pela banca examinadora e concorre ao prêmio de melhor tese do ano na universidade. O anúncio será em novembro. ?A indicação ao prêmio comprova que o trabalho cumpre requisitos metodológicos e de conteúdo satisfatórios como critérios de qualidade e isso já é um grande prêmio?, afirma Carol Proner, que apresentou sua tese a doutores do Brasil, Portugal e Espanha no dia 24 de maio.