O prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB), afirmou hoje que o Congresso corre um sério risco de desmoralização em função da forma com são tratadas as denúncias de corrupção que afetam o governo federal.

Ao comentar a comemoração da deputada Ângela Guadagnin (PT-SP), com uma dança, após a falta de votos para cassar o deputado João Magno (PT-MG), Serra insistiu que esta postura mostra um risco de enfraquecimento da democracia brasileira.

"Foi um episódio que pode parecer engraçado, mas eu fiquei até triste, uma vez que tive 16 anos no Congresso", disse destacando que, em vez de tomar as decisões punitivas necessárias, o Legislativo "comemora a impunidade".

"É, realmente, algo muito empobrecedor para a política brasileira. Prejudicar a política brasileira significa prejudicar a democracia", completou.