Animado com a boa vitória sobre o Gama, na quarta-feira passada, o Santos recebe o Cruzeiro na Vila Belmiro, às 16 horas deste domingo, com o objetivo inicial de se manter no G4, mas, dependendo da rodada, pode acabar até na liderança do Campeonato Brasileiro.

Para triunfar, a equipe alvinegra aposta tudo na boa fase do atacante Ricardo Oliveira. Autor dos três gols na vitória sobre o Gama, o jogador parece totalmente recuperado de lesão e volta ao time para tentar fazer o torcedor esquecer as ausências de Zeca, Thiago Maia e, principalmente, Gabriel, que estão com seleção brasileira olímpica.

Em compensação, o técnico Dorival Júnior não poderá contar com Lucas Lima. O jogador tem um edema muscular na coxa esquerda e foi vetado pelo departamento médico neste sábado, ficando fora da lista de relacionados para o confronto. Assim, Vecchio deverá ser confirmado no meio-campo titular do time santista.

O último trabalho antes da partida, neste sábado, contou com a presença de dois ídolos do clube. O ex-meia Giovanni, que mora no Pará, e o ex-lateral-esquerdo Léo assistiram ao treino do banco de reservas e depois conversaram com os jogadores.

“Estou muito feliz em estar aqui pela identificação que eu tenho com o clube, o carinho que recebo dos torcedores, até nas redes sociais. Fico feliz de trazer um dos meus dois filhos para conhecer o CT. Ele torce pelo Santos, gosta muito de jogar bola”, disse o ídolo sobre o garoto Giulianno, de 10 anos.

Além da boa fase de Ricardo Oliveira, outro ingrediente extra para o jogo é a necessidade de o Cruzeiro, penúltimo colocado do Brasileiro, iniciar uma reabilitação na competição. Para isso, contará com a reestreia do técnico Mano Menezes, que substitui o português Paulo Bento, demitido na semana passada.