O Colégio Municipal Francisco Derrosso, no bairro Xaxim, em Curitiba, vêm enfrentando problemas com furtos registrado durante a madrugada. Na última semana, em duas invasões, quatro televisores de 32 polegadas que ficam em salas de aula foram levados na maior tranquilidade pelos marginais.

+Caçadores! Curitibanos caem em golpe de pirâmide e prejuízo chega a R$ 2 milhões!

Na oportunidade, os assaltantes passaram os aparelhos pelas janelas deixando os funcionários preocupados, bem como os pais dos alunos. A escola tem estudantes do Ensino Infantil e Fundamental.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação (SME), disse que o órgão contabiliza um gasto médio anual de R$ 310 mil para recuperação de unidades da rede municipal de ensino que sofrem algum tipo de vandalismo. O valor inclui reposição de vidros, esquadrias, cabos, tubulações, grades, telhas, portas e serviços de pintura.

+Vídeo! Policial salva bebê engasgado. Rapidez e calma foram essenciais!

Além disto, a Secretaria mantém contrato com a empresa G5 para o serviço de monitoramento interno (áreas cobertas por sensores) das unidades. Cabe à empresa repor itens furtados dentro dessas áreas monitoradas, como no caso da Escola Municipal Francisco Derosso.

Perigo na região

Não é somente na escola que assaltos estão ocorrendo no bairro Xaxim. Um comerciante que pediu à reportagem para não ser identificado relatou que o bairro não está seguro. ” Eu moro por aqui há 28 anos e aqui virou um problema. O bairro cresceu demais e junto a vagabundagem também” , relatou o rapaz.

Policial do Bope morre após cair da moto e atingir placa na Linha Verde