Numa ação cinematográfica, deixando clientes e funcionários em pânico dentro do Shopping Mueller, no Centro Cívico, em Curitiba, dois bandidos tocaram o terror, mas a casa caiu em pouco tempo. A ação, que foi registrada por câmeras de segurança, aconteceu na tarde desta segunda-feira (18) e, em menos de 24h do crime, pelo menos um dos suspeitos foi encontrado pelos policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), nesta terça-feira (19). Até um carro os suspeitos já tinham comprado com o dinheiro das joias roubadas.

Conforme a polícia, dois homens foram presos na rápida resposta da unidade de elite da Polícia Civil ao crime que assustou quem estava no shopping no momento do roubo. Um dos presos, identificado como Leonardo de Sena, de 24 anos, é suspeito de participar do assalto a joalheria, que fica no piso L3 do shopping. O outro homem, identificado como Leonil Prestes, de 26 anos, estaria com objetos roubados e, por isso, foi preso suspeito de receptação.

+Leia também: Advogado criminalista é morto a tiros em seu escritório, junto com funcionário

Na ação, que foi toda registrada por câmeras de segurança, pelo menos dois bandidos armados foram vistos entrando e deixando o shopping. Na saída, audaciosos ainda apontaram a arma. Segundo a polícia, além de invadirem a loja, eles deixaram o shopping ameaçando alguns clientes que circulavam no local e fugiram, a pé, pela Rua Mateus Leme, em direção ao Largo da Ordem.

Logo que houve o assalto, o Cope foi acionado os investigadores começaram a analisar as imagens registradas. Os policiais chegaram aos suspeitos e descobriram até mesmo áudios trocados entre os envolvidos combinando o assalto.

Objetos recuperados

Rodrigo Cunha / Tribuna do Paraná
Relógios roubados, arma e roupas compradas após venda de alguns dos objetos levados da joalheria. Rodrigo Cunha / Tribuna do Paraná

No momento da prisão, um dos rapazes estava com um relógio roubado. O valor levado ainda não foi confirmado pela polícia, mas seria alto por conta do que foi levado, a maioria em ouro. De acordo com a polícia, mais dois indivíduos suspeitos de participação estão sendo procurados.

Na ação, além de prender os dois homens, o Cope ainda recuperou parte dos objetos levados. Também foi apreendido um veículo e roupas, ambos que teriam sido comprados com o dinheiro da venda dos objetos roubados.

Nesta quarta-feira (20), os policiais vão dar mais detalhes sobre a prisão da dupla e divulgar novas informações. Denúncias que possam ajudar a encontrar os outros envolvidos podem ser passadas pelo telefone (41) 3217-2900. Veja o vídeo da ação:

Segundo dia de audiências do caso Daniel foi marcado por polêmicas