Um suposto motorista de aplicativo que usava o carro também para assaltos por conta de dívidas de drogas foi preso junto com seu comparsa depois de uma ação da dupla na madrugada desta quinta-feira (30). Os dois roubaram duas mulheres no Centro de Curitiba, mas foram abordados logo depois e, apesar de tentarem escapar do flagrante, não conseguiram. A Guarda Municipal (GM) recuperou os pertences das vítimas.

O assalto aconteceu por volta das 3h, próximo ao Terminal do Guadalupe. “As duas moças foram abordadas pela dupla, que estava num carro prata, e imediatamente elas procuraram uma equipe da GM que patrulhava pela região e passou pouco tempo depois do roubo”, contou o inspetor Odgar.

Com as informações sobre o veículo usado pelos bandidos, um Sandero prata, os guardas começaram a fazer buscas ali mesmo pela região central e não foi muito difícil encontrar o veículo suspeito. “O carro estava estacionado na esquina da Rua Marechal Deodoro com a Avenida Marechal Floriano Peixoto. Nisso os guardas confirmaram que as placas estavam adulteradas e já abordaram a dupla”, detalhou o GM.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Aplicativo como álibi

Durante a abordagem, logo que foi parado pela equipe da GM, um dos homens afirmou ser motorista de aplicativo. “Porque ele sabe que na região central a concentração de motoristas é muito grande, então acreditou que falando isso poderia sair do flagrante, mas os guardas avistaram os pertences das vítimas dentro do veículo e a arma usada no crime”.

O carro encontrado estava com as placas adulteradas, mas não era roubado e sim de um dos dois presos. O homem teria contado aos guardas que atuava como motorista de aplicativo, mas que tinha adulterado as placas e estava efetuando roubos para pagar dívida de drogas.

Os dois homens, conforme a GM, foram reconhecidos pelas vítimas. A dupla foi encaminhada à Central de Flagrantes junto com tudo o que foi encontrado com eles, inclusive o carro com as placas adulteradas.

Carro usado pela dupla era de um dos bandidos , mas estava com as placas adulteradas. Foto: Divulgação/Guarda Municipal
Carro usado pela dupla era de um dos bandidos , mas estava com as placas adulteradas. Foto: Divulgação/Guarda Municipal

Vida de luxo e seis nomes! Polícia prende estelionatário que movimentava R$ 25 milhões por ano