Desde a madrugada de hoje o Estado de São Paulo registrou 27 ataques criminosos, conforme balanço divulgado no fi m da manhã pela Secretaria da Segurança Pública de São Paulo. Foram atingidos duas viaturas do Deic, 5 ônibus, 11 agências bancárias uma estação do Metrô, um supermercado, três postos de gasolina e duas revendedoras de carro. Os prédios do Ministério Público Estadual e da Secretaria da Fazenda foram alvo de bombas desta nova onda de ataques.

Segundo a secretaria, dois bandidos foram mortos, um ficou ferido e um foi preso. Nesta contagem não estão incluídos os atentados a três distritos policiais em Santos, Cubatão e Guarujá, a a agência de automóveis em Santos e a uma agência bancária em Praia Grande. Todos esses atentados já foram confirmados pelo Comando da Polícia Militar.

Em Mauá, mais 6 ônibus da Viação Barão de Mauá teriam sido queimados. Mas a secretaria ainda não confirma essa informação. Esses veículos, segundo a secretaria, já estavam sucateados e fora de circulação.