O Santos vai manter o esquema com três zagueiros e deve congestionar o meio-de-campo para não ser surpreendido pelo Figueirense, amanhã, em Santa Catarina, no reinicio do Campeonato Brasileiro

A idéia do técnico Vanderlei Luxemburgo é somar pelo menos um ponto para se manter no bloco dianteiro da classificação – está em 5º lugar, com três pontos atrás do líder Cruzeiro – já que não poderá armar um esquema mais ousado, em razão da ausência de mais de meio time

A tendência é que além dos três zagueiros, o técnico escale dois volantes de marcação – Wendel ou Fabinho e Heleno – e dois meias – Rodrigo Tabata e André – e apenas o atacante Rodrigo Tiuí. Além dos atacantes Jonas, que está sendo preparado para voltar em agosto, e Reinaldo, que nesta segunda correu e treinou chutes Luxemburgo não poderá contar com o zagueiro Manzur, que voltou fora de forma dos dez dias de férias após a Copa do Mund

O ala esquerdo Kléber, contratado fora do prazo estabelecido pela Confederação Brasileira de Futebol, e o atacante Geílson, com uma lesão no joelho, também irão ficar de fora. O meia Cléber Santana ainda cumpri suspensão por ter agredido o palmeiras Marcinho Guerreiro, enquanto o volante Maldona se recupera de um entorse no tornozelo

Pela avaliação de Luxemburgo, o recomeço do Campeonato Brasileiro não vai despertar o interesse do torcedor, em razão do fiasco da seleção brasileira na Copa do Mundo, e os times demorarão de quatro a cinco rodadas para entrar em ritmo de competição

"Só em agosto o campeonato vai pegar no breu", disse o técnico. E quando o Nacional voltar ao normal, o comandante terá seus melhores jogadores à disposição e até pode receber algum reforço na abertura da janela para transferências internacionais em agosto