Fabrice Coffrini/AFP

Ao ser questionado sobre a violência da seleção do Chile, adversária do Brasil nas oitavas de final da Copa do Mundo, o atacante Robinho destacou que a seleção não deve se preocupar com isto.

De acordo com as estatísticas da Fifa, o Chile é a segunda seleção que mais cometeu faltas durante o Mundial. Além disso, quatro jogadores chilenos já foram suspensos com dois cartões amarelos e um foi expulso na primeira fase.

¨A gente não está preocupado se eles são violentos ou não, a gente está preocupado só em entrar e jogar futebol. Se eles tiverem que tomar cartões, com certeza isto é favorável à seleção brasileira¨, declarou Robinho neste domingo.

O árbitro da partida de segunda-feira no estádio Ellis Park será o inglês Howard Webb, que já apitou duas partidas na Copa e distribuiu 12 cartões amarelos.

O Brasil também tem quatro jogadores pendurados: o zagueiro Juan, os volantes Felipe Melo e Ramires e o atacante Luís Fabiano.

Mas para Gilberto Silva, que participou da entrevista coletiva ao lado de Robinho, os jogadores não devem se preocupar com isto, já que em uma partida eliminatória de Copa do Mundo não é possível economizar esforços.