Ao fazer um balanço sobre a viagem à Coréia do Sul e ao Japão, no programa
quinzenal de rádio Café com o Presidente, o presidente Luiz Inácio Lula
da Silva aproveitou para criticar quem é contra as medidas adotadas por seu
governo.

"O dado concreto é que esse ciclo termina de forma
extraordinária. Te confesso, Luiz (jornalista e apresentador do programa Luiz
Fará Monteiro), que voltei com mais gás, voltei muito mais otimista, voltei
achando que quem estiver torcendo para o fracasso do Brasil vai quebrar a cara.
Pode ficar certo que vai quebrar a cara. Não existe espaço para política menor
neste país. O Brasil está tendo uma oportunidade histórica e eu quero dar a
minha contribuição para que o Brasil se transforme definitivamente numa economia
altamente desenvolvida. Por isso, volto realizado e acho que nós vamos colher
frutos extraordinários para o Brasil e para o Japão e para o Brasil e para a
Coréia", afirmou no programa.

Lula destacou o objetivo do Brasil de
cooperar com o Japão e a Coréia do Sul nas áreas científica e tecnológica e a
venda de álcool e biodiesel brasileiros para esses países.