O governo estadual aplica nesta semana, em mais cinco municípios do Sudoeste do Paraná, R$ 476 mil para o desenvolvimento de um pólo gerador de inovação tecnológica no setor leiteiro, beneficiando pequenas e médias propriedades. Os recursos serão repassados via convênios entre a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e os municípios de Coronel Domingos Soares, Verê, Itapejara do Oeste, Coronel Vivida e Chopinzinho.

Quinta-feira – Em Coronel Domingos Soares, a secretária Lygia Pupatto assina nesta quinta (22), o primeiro convênio, no valor de R$ 70 mil, relativo à criação do Centro de Difusão de Gado Leiteiro, que, além de gerar e transferir tecnologia visando a produção de um leite de melhor qualidade, deverá promover o agronegócio na região Sudoeste do Paraná.

O centro terá também a responsabilidade de produzir trabalhos de cunho científico que contemplem toda a cadeia da atividade leiteira. São parceiras da Secretaria, a prefeitura municipal, a Emater e o Centro Pastoral, Educacional e Assistencial Dom Carlos.

Sexta-feira – Em Verê, nesta sexta( 23) , a secretária assina o segundo convênio, no valor de R$ 99 mil, para o Programa de Melhoramento de Pastagens, que visa o aumento da produção leiteira com redução de custos por meio da geração e adaptação de novas tecnologias para o setor.

Em Itapejara do Oeste, os recursos, no valor de R$ 31 mil, serão aplicados no Programa de Melhoria da Qualidade da Produção Leiteira, que terá participação da prefeitura municipal, UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) e Iapar.

Em Coronel Vivida, o convênio, no valor de R$ 57 mil, refere-se à criação do Centro de Difusão e Pesquisa do Gado Leiteiro, que deverá promover o gerenciamento das pequenas e médias propriedades rurais, bem como a profissionalização do produtor. A prefeitura municipal, a UFTPR e o Iapar também serão parceiros nesse empreendimento.

Em Chopinzinho, o governo estadual assina convênio no valor de R$ 218 mil para o programa Melhoria da Qualidade da Produção, que prevê o desenvolvimento da bovinocultura de leite em pequenas propriedades rurais, em em parceria com a Cooperativa de Leite da Agricultura Familiar, Prefeitura Municipal, Emater, UFTPR e Iapar.