O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná recebeu, até hoje (30), 72 representações por propaganda eleitoral irregular, desde que começou a campanha eleitoral, no dia 06 de julho.

Do total de representações, 18 tiveram condenações em 1º grau e sete apresentaram recurso, sendo que destas, em cinco casos, o pleno do TRE manteve a decisão de primeiro grau, um deles conseguiu reverter a pena de multa e outro foi condenado.

A coligação do governador Beto Richa (PSDB) lidera o número de representações contrárias, com 19; seguido pela coligação do senador Roberto Requião (PMDB), com seis. Requião foi quem mais apresentou representações no Tribunal, com 21 no total. Sendo que oito foram contra a coligação de Richa.

Segundo a assessoria de imprensa do TRE, a maioria das representações decorre de propaganda irregular na internet, por uso indevido de blogs, sites, facebook, Youtube, entre outros.

O TRE informou também que ainda não houve nenhuma condenação em definitivo por propaganda irregular, pois mesmo os processos julgados em segundo grau pelo Pleno do Tribunal são passíveis de novo recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Paraná Online no Facebook