O juiz federal Edvaldo Mendes da Silva expediu quinta-feira mandado de intimação e emissão de posse à Prefeitura de Maringá para que, num prazo de três dias, o prefeito João Ivo Caleffi tome posse de um apartamento de 534 metros quadrados, de propriedade do ex-secretário da Fazenda Luiz Antônio Paolichi. O apartamento, que vale aproximadamente R$ 800 mil, fica no 10.º andar do Edifício Ply Month Hills, no bairro Juvevê, em Curitiba.

Na tentativa de reaver o dinheiro desviado dos cofres públicos na gestão de Jairo Gianoto, a Prefeitura, através Procuradoria Geral do Município, ingressou com várias ações na Justiça. Numa delas conseguiu recuperar duas colheitadeiras da fazenda do ex-prefeito no Mato Grosso, compradas com dinheiro público. As colheitadeiras foram vendidas e o dinheiro arrecadado foi utilizado na construção de casas populares. O município conseguiu reaver também parte do dinheiro da venda de um avião do ex-prefeito. Até agora, foram recuperados cerca de R$ 1 milhão.

No ano passado, o ex-procurador-geral do município Alaércio Cardoso requereu judicialmente a posse de dois apartamentos de Paolichi – um em Camboriú e este de Curitiba. Mas só o da capital paranaense foi liberado, porque o do balneário está penhorado em outro processo. Após assumir a posse do apartamento de Curitiba, a Prefeitura vai pedir à Justiça a venda antecipada do imóvel, em leilão público.