enkontra.com
Fechar busca

Política

Operação Integração

Primo de Beto Richa vira réu em processo por corrupção passiva e organização criminosa

  • Por Catarina Scortecci - Gazeta Do Povo

O juiz federal Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Criminal de Curitiba, acolheu nesta quinta-feira (14) a denúncia feita pela Operação Integração contra Luiz Abi Antoun, primo do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), pelos crimes de organização criminosa e corrupção passiva.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Abi está no Líbano desde o final do ano passado. “Na hipótese de retorno de diligência negativa da tentativa de citação, intime-se o MPF para que no prazo de 5 dias se manifeste sobre o prosseguimento do feito, bem como para que apresente nos presentes autos elementos que corroborem a informação de que o réu encontra-se está foragido, tendo viajado para a República do Líbano em setembro de 2018, sem notícias quanto ao seu retorno”, escreveu o magistrado.

De acordo com a denúncia, oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF), Abi era o “operador financeiro” de Beto Richa, “atuando como caixa geral de propinas do ex-governador do Paraná, recebendo em dinheiro vivo as vantagens indevidas intermediadas por outros integrantes da organização criminosa”.

+Leia também: Quatro são presos pelo Gaeco em operação contra venda ilegal de lotes

O MPF aponta que, entre 2011 e fevereiro de 2018, o denunciado “solicitou aceitou e recebeu o pagamento de vantagem indevida de aproximadamente pelo menos R$ 2,7 milhões das concessionárias de pedágio do Estado do Paraná para determinar o ex-governador do Estado do Paraná e outros agentes públicos a ele subordinados, a praticar atos de ofício ilegais que atendessem os interesses dessas empresas”.

Procurada, a defesa de Abi alegou que “as acusações são todas inverídicas e ele comprovará sua inocência na justiça”.

Mistério aponta sumiço de mulher na UFPR, mas nem polícia sabe o que está acontecendo!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

11 Comentários em "Primo de Beto Richa vira réu em processo por corrupção passiva e organização criminosa"


Amancio Filho
Amancio Filho
2 meses 5 dias atrás

Desde a época da Prefeitura de Curitiba que Luis Antoun é o operador financeiro do Beto Richa. Esses 2,7 milhões é apenas uma pequena parte do que foi desviado tanto da Prefeitura quanto do Estado. Mas não vai dar nada, vai sobrar pros laranjas ou vai se perder por decurso de prazo.

Arauto D.
Arauto D.
2 meses 5 dias atrás

Vocês só escrevem asneira, claro que vão apagar

Lasca Denovo
Lasca Denovo
2 meses 5 dias atrás

Falou o iluminado.

Arauto D.
Arauto D.
2 meses 5 dias atrás

Valeu o elogio! Fico lisongeado!!!

Lasca Denovo
Lasca Denovo
2 meses 5 dias atrás

Esse cara é super legal. Adoro o Antoun, ele é honesto e bonito. Nunca roubou nada. Nem o Beto. estão falando mal à toa. (Assim o moderador não deve apagar nada do que escrevi).

Tiago Ribas
Tiago Ribas
2 meses 5 dias atrás

O moderador deve estar tomando cafézinho com o Beto no bairro Ecoville

Lasca Denovo
Lasca Denovo
2 meses 5 dias atrás

Taí. Já apagaram o que acabei de escrever sobre o cara.

Tiago Ribas
Tiago Ribas
2 meses 5 dias atrás

Apagaram o meu comentário só pq escrevi que só tinha gente boa na família Richa….. kkkkk

Lasca Denovo
Lasca Denovo
2 meses 5 dias atrás

É assim mesmo. Não dá pra entender essa redação. apagam quando você fala algo que está em todos os jornais, e mantém os post dos caras que falam m….

Lasca Denovo
Lasca Denovo
2 meses 5 dias atrás

Se a mesma velocidade que eles tem pra apagar comentários, tivessem prá corrigir erros da redação….

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas