O governo solicitou investigações para punir quem produziu o adesivo em que mostra a presidente Dilma Rousseff de pernas abertas. O material foi colocado à venda no site MercadoLivre.

Eleonora Menicucci, titular da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, foi quem pediu uma investigação aprofundada do caso.

Segundo ela, inúmeras denúncias chegaram à pasta, com o objetivo de paralisar a comercialização do material, que foi considerado inofensivo.