Andressa Katriny/CMC
Comissão aguarda relatórios técnicos.

Enquete feita na internet, com participação de 7.368 pessoas, revela que 87,36% são a favor da criação de feriados municipais nos dias com jogos do Mundial na cidade, em 2014. Os dados da votação foram divulgados na reunião da Comissão da Copa na Câmara, que também recebeu representantes de entidades do comércio.

O feriado foi cogitado para facilitar a mobilidade urbana e garantia da segurança, com menos circulação de pessoas e de carros nas ruas. “Já haverá feriado nos dias de jogos da Seleção Brasileira. Serão pelo menos quatro feriados e teríamos outros quatro feriados municipais por causa dos jogos na Arena. Será um prejuízo muito grande para o comércio”, afirma o vice-presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Gláucio Geara. De acordo com o empresário, cada dia parado pode causar déficit de R$ 160 milhões ao comércio.

Adiado

Já o presidente da Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) no Paraná, Fábio Aguayo, se mostrou favorável ao feriado, mas disse que há necessidade de se chegar ao consenso. “Em alguns horários de jogos, como às 17h ou 19h, não tem necessidade de feriado. Mas em caso de jogo às 13h, por exemplo, a opção poderia ser o meio feriado, como a Quarta-Feira de Cinzas”, comenta.

Os vereadores decidiram adiar a decisão por três sessões para receber relatórios técnicos de todos os envolvidos com os argumentos para criação ou não dos feriados. “Adiamos para ter embasamento e não decidir nada precipitado”, explica o vereador Paulo Rink (PPS), presidente da comissão. O grupo decidirá ainda se a proposta de criação de feriados será votada em plenário.

Poder dos governantes

Gláucio Geara, da ACP, argumentou que o município não pode determinar mais do que quatro feriados no ano. No entanto, o vereador Paulo Rink salienta que a Lei Geral da Copa (legislação que rege as regras para a realização do Mundial no Brasil) permite a criação dos feriados por ser exceção. A mesma lei permite que o prefeito Gustavo Fruet ou o governador Beto Richa decretem os dias de jogo em Curitiba como feriados.

Durante a reunião de ontem também foram discutidas melhorias para Santa Felicidade. A região não foi contemplada com obras nos financiamentos específicos visando o Mundial. A Associação do Comércio e Indústria de Santa Felicidade pediu apoio dos vereadores para intervenções de revitalização no bairro visando o recebimento de turistas durante a Copa do Mundo.