A Comissão de Fiscalização da Assembléia Legislativa que apura as denúncias de irregularidades no desaparecimento de 1,6 mil toneladas de soja do Porto de Paranaguá vai enviar ofício à Receita Federal pedindo informações sobre o funcionamento do Posto de Fiscalização do terminal. Os deputados decidiram ainda pedir dois técnicos do Tribunal de Contas, da Inspetoria do TC, que vão fazer a análise das contas dos portos paranaenses.

O deputado Waldir Leite (PPS), que havia apresentado proposta para a criação da CPI do Porto e conseguido vinte assinaturas para a instalação da Comissão, declarou que vai confirmar seu pedido. Ele afirma que encontrou novos fatos que justificam o pedido.

Ontem de manhã, a Comissão disse ter constatado que três navios estavam fazendo carregamento de soja, mas que a operação de um deles foi abortada porque se constatou a existência de ratos nos porões.