O Novo Plano Estratégico da Petrobras para os próximos sete anos (2004/2007), detalhado nesta terça-feira, pela diretoria da estatal, prevê a retomada da diretriz da companhia de se tornar a maior empresa integrada de energia da América Latina, com forte presença internacional, atuando com foco na rentabilidade e na responsabilidade social e ambiental.

O Plano Estratégico confirma a previsão já divulgada de investimentos da ordem de US$ 53,6 bilhões nos próximos sete anos, com uma média anual de US$ 6,6 bilhões de investimentos no Brasil e de outros US$ 1,1 bilhão anuais no exterior.

Para o presidente da Petrobras, Eduardo Dutra, o desafio é o crescimento e a missão ?atuar de forma segura e rentável, com responsabilidades social e ambiental, nas atividades da indústria de óleo, gás e energia, nos mercados nacional e internacional, contribuindo para o desenvolvimento do Brasil e dos países onde atua?.

A empresa também pretende, segundo Eduardo Dutra, expandir ?seletivamente? na área da petroquímica e na atuação dos mercados renováveis, liderando a atividade petrolífera na América Latina.

?O objetivo é liderar o mercado de petróleo, gás natural e derivados na América Latina, atuando como empresa integrada de energia, com expansão seletiva da petroquímica e da atividade internacional?.