Em março a polêmica envolvendo a ex-chefe da UTI do Hospital Evangélico, Virgínia Soares de Souza, tomou novos rumos. Segundo o advogado de defesa da médica, a transcrição das conversas estaria com palavras trocadas. Entre as declarações mais impressionantes estaria a mudança de “raciocinar” para assassinar.

Bocuda

Jucilene Correia Quadros, 26 anos, não perdeu a chance de provocar seu ex-marido, Adilson Carlota em um bar na Rua Saldanha Marinho, no Centro. O problema é que ele quis “lavar a honra” após ser humilhado na frente de outros frequentadores do local. A solução que Adilson encontrou foi disparar contra a ex.

Após efetuar os dois tiros, ele foi agredido por diversas pessoas que estavam no bar e acabou sendo preso em flagrante. Segundo testemunhas, Jucilene teria contado a ele das traições que havia feito um ano antes, quando os dois ainda estavam juntos. O que ela não imaginava é que pagaria com a vida.

Primeiro turno

Mesmo com a vitória magra por 1 x 0 em cima do Londrina, no Estádio do Café, o Coritiba conseguiu levar o primeiro turno do Campeonato Paranaense. A conquista deu gás para a equipe, então comandada por Marquinhos Santos.

Barbárie

Uma menina de apenas 12 anos foi estuprada e morta na zona rural de Araucária. Vanessa Lima Dorakiewicz foi perseguida, violentada e assassinada a pedradas por um garoto de 17 anos, irmão do seu padrasto. Como se não bastasse a atrocidade do crime, o assassino afirmou que “não sabia o que lhe deu na cabeça”.

Fazenda Rio Grande, também na região metropolitana, foi palco de mais um ato de violência contra a mulher. José Vieira Flaidok, 52 anos, e Vilma Ramos Flaidok, 46 anos, tinham um audiência marcada para acertar os detalhes da separação. O problema é que Vilma denunciara o ex-marido por conta das agressões que vinha sofrendo.

Naquele dia, ela iria até a delegacia para fazer um boletim de ocorrência, porém, José acabou encontrando com a ex-mulher na rua. “Ela estava indo à delegacia registrar o boletim, mas ele estava bastante alterado e não deu tempo de ela chegar”, conta Valdir Ferreira, superintendente da Delegacia de Fazenda Rio Grande. Ela estava no ponto de ônibus quando foi avistada pelo agressor, que a matou a facadas.

Lineu Filho
Os marginais chegaram a dar tiros pra cima.

Duro de pegar

Quatro marginais roubaram um carro no Boa Vista e foram fazer arruação no Santa Cândida. Os moradores não gostaram nada quando ouviram o som de pneus cantando e chamaram a polícia. Três bandidos conseguiram sair do veículo, mas Jorge de Souza, 21 anos, permaneceu ao volante e só parou quando bateu o Peugeot 307. Souza foi o único preso na ocasião.

Em outra situação, um marginal também tentou dar uma de valentão e quis afrontar um policial usando uma garrucha, porém, o tiro, literalmente, saiu pela culatra e ele acabou baleado.

Tarifa estrelar

Em março também aconteceu um reajuste no valor da passagem de ônibus que deixou muita gente de cabelo em pé. Na época, os rumores davam conta de que os usuários passariam a pagar mais de R$ 3, por isso, a fila na sede da Urbs foi quilométrica para que comprar passagens ainda a R$ 2,60. Pouco depois ficaria acertado que o valor não passaria de R$ 2,85.

O outro exemplo do que foi o mês de março está na acusação sofrida por funcionários da Sanepar de poluir o Rio Iguaçu. No total, 39 funcionários da Sanepar foram indiciados por estelionato, formação de quadrilha, falsidade ideológica, além de serem acusados de poluir deliberadamente o rio.

Átila Alberti
Suspeito de cometer vários estupros, Ilson apanhou da população.

Surra merecida

Ilson das Graças Andrade, 34 anos, foi preso pela polícia suspeito de ter cometido vários estupros nas regões do Xaxim e Sítio Cercado. Ele foi preso logo depois de entrar em uma loja e abusar da vendedora, que – mesmo machucada – conseguiu pedir a ajuda de populares.

Andrade, que foi reconhecido por outras vítimas por conta do vitiligo que tem nas mãos, acabou agredido por pessoas que estavam próximos ao local. Ele só parou de apanhar quando a polícia chegou.

Absurdo sem limite

Gabriele Fidelis de Lima, de apenas 15 anos, foi encontrada morta enforcada com a sua própria calcinha em um matagal no bairro São Gabriel, em Colombo. Quando o corpo foi para exame no Instituo Médico Legal (IML), os médicos não souberam afirmar se a adolescente havia sido vítima de violência sexual.

O idoso José Tincheski, 66 anos, foi encontrado em um matagal perto de sua casa com vários golpes de faca no pescoço, na zona rural de Araucária. Inicialmente, a polícia acreditava que o caso se tratava de um suicídio, já que Sandra Ribeiro, 29 anos, esposa de Tincheski, foi baleada pelo marido. Apesar de ela não ter morrido, foi levada para o hospital em estado grave.

Luca Bruno/AP
A fumaça branca indicando que a Igreja Católica tinha um novo papa saiu da chaminé da Capela Sistina por volta das 15h04 (hora de Brasília) de 13 de março.

Habemus papam

Após Bento XVI abdicar de seus deveres como pontífice, o escolhido para sentar ao trono do Vaticano foi o cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio que adotou o nome de Francisco. Promovendo restaurações e mudanças importantes na Igreja, o novo papa conquistou fieis ao redor do mundo.

Bem casado

Em março a polícia desmantelou um esquema de crime “casadinho”, em que os ladrões roubavam um veículo sob encomenda para instalar suas peças em outro carro, comprado a preços baixíssimos em leilões.

Tudo começou com a prisão de Patrick Fernando Mickozs, 25 anos. Os carros por ele roubados eram levados para oficina de Lourival Guedes Rodrigues, 43 anos, em Piraquara, na região metropolitana.

Arquivo
Dois homicídios ocorreram na PEP e seriam a mando do PCC.

Brinquedo nas mãos de malandro

Um agente penitenciário da Penitenciária Estadual reclamou à reportagem do Paraná Online que os funcionários se transformaram em marionetes do PCC. Segundo o delator, os agentes participavam de ações criminosas que iam desde levar drogas para dentro da prisão até participar da execução de presos.

Muitos dos agentes que não participavam de esquemas dentro da penitenciária – ou mesmo em cadeias – acabavam sofrendo represálias por parte dos criminosos. Uma das vitimas foi Vilmar Antônio Prestes da Silva, 47 anos, morto na garagem de sua casa, no bairro Boa Vista, em Curitiba.

Por sinal, a morte de Vilmar propagou uma onda de protestos em todo o Paraná, com os agentes penitenciários pedindo, acima de tudo, mais segurança para trabalhar.

Biarticulados em chamas

Seis ônibus foram incendiados em Pinhais e o Corpo de Bombeiros levou mais de duas horas para controlar o fogo. Como os veículos estavam com o taque cheio, não demorou muito para que as chamas se alastrassem no pátio da empresa Expresso Azul.

Um suspeito foi visto perto da empresa. Ele vestia um moletom e chegou de bicicleta. O motivo da ação criminosa permaneceu um m,istério.

Colaboração: Josinel dos Santos
Douglas confessou que vendia farinha no lugar de cocaína, mas não escapou de ser preso por tráfico.

Ouro de tolo

Douglas Roberto, 22 anos, foi preso em flagrante depois de vender farinha como se fosse cocaína. O traficante foi preso dentro de sua casa, no bairro Guabirotuba, em Curitiba. Além disso, ele admitiu aos policiais que enganava os viciados. Segundo Douglas, ele oferecia farinha aos usuários, depois que eles já estavam entorpecidos pela droga.

Dentro da casa do traficante foram encontrados 50 pinos de cocaína, 10 com farinha e outras mil embalagens ainda vazias.

Largo da (des)ordem

Um punk, conhecido como Lagarto, foi morto por um grupo de skinheads. Ele teria se envolvido em uma briga com os rivais e tentou fugir, porém, acabou sendo alcançado e assassinado a facadas.