A greve dos professores da UFPR foi encerrada nesta sexta-feira (11). Os docentes estiveram em assembleia no fim da tarde e optaram por suspender a paralisação. Foram 374 votos pelo fim da paralisação, 171 favoráveis e 15 abstenções. A informação foi confirmada pela presidente da Associação dos Professores da Universidade Federal do Paraná (Apufpr), Maria Suely Soares. Apesar disso, a ocupação da reitoria por estudantes e a greve dos servidores continua.

Com um mês de paralisação, o movimento era um dos braços pelo qual o funcionalismo público nacional pedia reajustes salariais acima da inflação ao governo federal. Assim como outras categorias federais, os professores da UFPR, ligados à Associação Nacional dos Docentes de Ensino Superior (Andes), pedia 27,3% de reajuste salarial. O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão oferece 10,8% de reposição, dividida em dois anos (2016 e 2017). Mesmo com o fim da paralisação na UFPR, outras universidades continuam em greve pelo país.

Ainda na universidade do Paraná, os servidores técnico-administrativos permanecem de braços cruzados e os alunos da instituição mantêm a ocupação no prédio da reitoria. Os estudantes prometem realizar uma assembleia na segunda-feira (14) para definir os rumos da ocupação.