*** Vai ter lockdown no Paraná a partir de 1° de julho? Leia mais!

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) ajuizou uma ação contra o Estado do Paraná para que a reabertura e funcionamento do comércio e atividades não essenciais seja invalidada durante a pandemia do novo coronavírus. O pedido do MP-PR é para que todos os eventos religiosos sejam suspensos, assim como a obrigação do governo do Paraná adotar medidas restritivas para evitar qualquer tipo de aglomeração.

Assista ao vivo: Ratinho Júnior anuncia novas medidas para o Paraná

Além disso, a ação pede que o lockdown seja implantado nas macrorregiões do Oeste e Leste paranaense para evitar o colapso do sistema de saúde. Em vigor desde o último dia 22, um decreto do governador Ratinho Junior determinou restrições para a venda de bebidas alcóolicas, entre outras medidas.

A ação civil do MP-PR, feita de forma composta pelas promotorias de Proteção à Saúde Pública de Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel, será analisada pelo Tribunal de Justiça do Paraná.

LEIA MAIS – ACP pede pra população denunciar comércio fora do horário da bandeira laranja em Curitiba

“Seja determinado ao Estado do Paraná a obrigação de adotar medidas restritivas harmonizáveis com o atual momento pandêmico – dentre as quais o denominado lockdown (restrição total às atividades não essenciais à manutenção da vida e da saúde), senão em todo, em algumas regiões do território paranaense -, capazes de assegurar que os imprescindíveis distanciamentos e isolamentos sociais afetos a este período resultem efetivamente observados, sob pena de não apenas continuarmos com o manifesto aumento de pessoas diagnosticadas, mas também de óbitos decorrentes da referida doença, além de rumarmos ao inevitável colapso da rede de saúde (pública e privada)”, diz o trecho da ação.

LEIA AINDA – Quatro hospitais de Curitiba estão com UTIs para covid-19 lotadas

Os casos de covid-19 dispararam no Paraná após a reabertura do comércio, no início de junho. Segundo o último boletim da Secretaria de Saúde do estado, divulgada no domingo (28), são 20.516 casos confirmados e 586 mortes por coronavírus.


Precisamos do seu apoio neste momento!

Este conteúdo te ajudou? Curtiu a forma que está apresentado? Bem, se você chegou até aqui acredito que ficou bacana, né?

Neste cenário de pandemia, nós da Tribuna intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise. Bora ajudar?

Ao contribuir com a Tribuna, você ajuda a transformar vidas, como estas

– Pai vende vende 1000 bilhetes de rifa com a ajuda da Tribuna pra salvar o filho
– Leitores da Tribuna fazem doação de “estoque” de fraldas para quíntuplos
– Leitores se unem para ajudar catadora de papel de 72 anos

E tem várias outras aqui!

Se você já está convencido do valor de sua ajuda, clique no botão abaixo