O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) informou que, até o momento, o atendimento segue normal na grande maioria das unidades da autarquia no Estado, embora o usuário possa enfrentar demora em alguns serviços, como vistoria e banca examinadora, devido a greve dos servidores, iniciada nesta segunda-feira (15). A razão é uma greve dos servidores do órgão. A paralisação foi anunciada na última terça-feira pelo sindicato da categoria (Sisdep).

Funcionários extras já foram deslocados para as Ciretrans com maior demanda para dar apoio operacional. São oito servidores a mais em Ponta Grossa, nove em Cascavel, nove em Londrina, nove em Foz do Iguaçu e oito em Maringá. Os grupos deverão permanecer nas unidades até o dia 23 de dezembro, mesmo que o movimento grevista termine.

Em Curitiba, o Detran optou por deslocar os servidores do posto no Bairro Hauer para a unidade do Tarumã. Por isso, o atendimento só é feito na Ciretran e no Posto Central.

Nas Ciretrans de Maringá, Paranavaí, Guarapuava, Campo Mourão, Pato Branco e Toledo o atendimento é parcial e os grevistas não estão cumprindo a lista de serviços essenciais que devem ser mantidos, seguindo o entendimento Poder Judiciário.

Os serviços essenciais são: liberação de veículos apreendidos; primeiro registro de automóveis; exames práticos para primeira habilitação que estejam vencendo em 30 dias; renovação de CNH vencidas há mais de um mês; liberação de veículos apreendidos; serviços que envolvam documentos necessários para veículos de emergência; e recebimento e devolução de CNH suspensa.

O Departamento reforça que o usuário pode utilizar os serviços online através do site www.detran.pr.gov.br e dos terminais de autoatendimento, pelo Detran Fácil. São mais de 200 terminais distribuídos em Ciretrans e locais de grande circulação, como shoppings, mercados e prefeituras, em 165 cidades do Estado.

O atendimento telefônico gratuito 24 horas, inclusive aos sábados e domingos, continua. Quem precisa de informações sobre processos de veículos, habilitação e infrações pode ligar para o 0800 643 7373 a qualquer hora do dia e da noite.

Os cursos de reciclagem também devem ser mantidos. Vale lembrar que, além de serem ofertados no Detran, também é possível fazer as aulas nos Centros de Formação de Condutores credenciados. Além disso, as autoescolas também podem receber as CNH, o que antes era feito apenas nas unidades do Detran.

Candidatos que perderam os exames teóricos e práticos terão os testes remarcados, sem cobrança de nova taxa do Detran, basta procurar a Ciretran mais próxima.

Os serviços de veículos devem ser os menos prejudicados. Hoje, cerca de 85% deles, incluindo transferência, certidões e vistorias, já são feitos por despachantes. Vale lembrar que os despachantes, centros de formação de condutores, fabricantes de placas e clínicas médicas credenciadas atenderão normalmente.