O programa Leite das Crianças foi lançado ontem em Itaperuçu e Rio Branco do Sul pelo vice-governador e secretário da Agricultura e Abastecimento, Orlando Pessuti. Além de oficializar o início do programa do leite, Pessuti aproveitou a cerimônia para anunciar o apoio da Secretaria da Agricultura aos produtores de leite da região. O governo do Paraná deve entregar ainda este mês equipamentos de refrigeração do leite.

“Essa é a nossa contribuição que irá garantir a qualidade do leite até que ele seja embalado e distribuído”, disse. A declaração foi feita pouco antes de Pessuti entregar um pacote de leite para Janete Geffer de Bristo, primeira beneficiada do programa em Rio Branco do Sul.

A própria concepção do programa visa o beneficiamento dos produtores paranaenses. A coordenação estadual do projeto optou pela compra de leite tipo C pasteurizado. Com a garantia de compra, pelo governo, da produção para atender a demanda do programa, os produtores paranaenses terão o preço mínimo do leite assegurado. “Esta é a vez dos produtores paranaenses, do desenvolvimento das indústrias paranaenses”, declarou Abel Leonel de Bonfim, representante dos produtores de leite da região.

A região do Vale do Ribeira foi escolhida pelo governador Roberto Requião para o desenvolvimento de projetos sociais e de desenvolvimento social e econômico. Inicialmente 800 crianças de seis a 36 meses receberão um litro de leite por dia, que deverá garantir uma alimentação mais saudável e nutritiva. “Estamos aqui reafirmando a opção desse governo pelos pobres”, afirmou Orlando Pessuti. O Vale do Ribeira é uma das regiões do País com menor índice de Desenvolvimento Humano (IDH). O programa já foi implantado nos municípios de Cândido de Abreu e Cerro Azul.

Para o secretario da Saúde, Cláudio Murilo Xavier, o lançamento do programa Leite das Crianças no Vale do Ribeira é mais um marco do governo Roberto Requião. “Este governo se volta para as regiões antes desassistidas de nosso Estado”, afirmou. Já o secretário do Trabalho, padre Roque Zimmermann, declarou que considera a iniciativa um sopro de vida no Vale do Ribeira. “Esse é o incentivo do governo para que essa população tenha vida, tenha saúde em abundância”, discursou.

A cerimônia de lançamento do programa nas duas cidades também contou com a presença do secretário especial para Assuntos da Região Metropolitana de Curitiba, Edson Luiz Strapasson, e das prefeitas de Rio Branco do Sul, Joana Elias, e de Itaperuçu, Rosa Chevonica Joekel. O programa do leite é coordenado por um comitê gestor composto por representantes do governo estadual, municipal e sociedade civil. O cadastro das famílias no programa é realizado por entidades civis e a fiscalização é feita pelo comitê gestor. De cada 100 cadastros, pelo menos dez serão verificados in loco.