O Observatório da Moradia debateu ontem, em Curitiba, as intervenções urbanísticas na região da Vila das Torres para a Copa do Mundo de 2.014. Os moradores do local reclamam da falta de assistência e infraestrutura que recebem do poder público, e esperam uma intervenção radical para melhorar a qualidade de vida dos residentes, como construção de um armazém da família, projetos sociais na área de saúde, entre outros, beneficiando os pouco mais de 6,9 mil moradores. A iniciativa foi organizada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR).