A prefeitura de Porecatu, na Região Metropolitana de Londrina, publicou decreto que prevê a desapropriação de terras em quatro fazendas, para ampliação do aeroporto do município. Entre elas, duas pertencem à Usina Central do Paraná (UCP) e uma ao narrador esportivo da Rede Globo Galvão Bueno.

Hoje o aeroporto local é utilizado por aeronaves agrícolas. A administração municipal pretende incentivar o uso comercial e busca parcerias com o setor privado, mas ainda faz segredo sobre quais melhorias serão realizadas. O custo das desapropriações será bancado pelo município. A prefeitura calcula que cada alqueire requerido deve custar em torno de R$ 30 mil. A Fazenda Santa Cristina, de Galvão Bueno, fica ao lado do aeroporto. Segundo o decreto, serão desapropriados 50 alqueires paulistas.