A comunidade escolar da Escola Nossa Senhora de Fátima, no Tarumã, foi às em protesto no começo da manhã desta quinta-feira (29). Todos fecharam a Avenida Vítor Ferreira do Amaral, em um ato que começou por volta das 7h e durou até por volta das 8h. O motivo do protesto é a ameaça de fechamento da escolajunto com outros 39 colégios.

Os estudantes pediram que a escola continue a funcionar e ainda pedem a saída do governador Beto Richa. A escola tem cerca de 600 alunos e funciona desde 1961, mas o prédio é alugado.

Centro

Já por volta das 10h, os estudantes do Colégio Estadual Tiradentes, que fica no centro de Curitiba, também fizeram um protesto. Eles chegaram a organizar uma sala de aula para o lado de fora da escola. O Colégio Tiradentes, que tem mais de 120 anos de existência, abriga hoje mais de 600 alunos do ensino fundamental ao EJA (Educação de Jovens e Adultos). 

Paraná Online no Facebook