Genebra – O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse que as preocupações com a pressão inflacionária neste inicio de ano têm ligação com fatores sazonais e não indicam uma escalada dos preços.

Afirmou não ter visto a ata do Copom, divulgada hoje, que menciona a pressão inflacionária. Mas afirmou que os produtos e serviços que estão apresentando índices mais elevados que a expectativa têm comportamento sazonal.

“Outra questão importante que se reflete nos preços no Brasil são o das commodities no mercado internacional. Tendo em vista a atividade produtiva crescente em diversos países do mundo, os preços das comodities aumentarem em todos os lugares, inclusive no Brasil”, comentou

Comentou, também, que existe convergência para a expectativa de inflação relacionada às metas de governo. “Continuamos com o compromisso primeiro da politica econômica que é o combate à inflação”, salientou.