O vice-presidente sírio, Farouk al Charaa, apareceu em público neste domingo em Damasco pela primeira vez em cerca de um mês, depois que nas últimas semanas circularam rumores sobre sua deserção do regime e fuga do país.

Charaa participou de uma reunião com o presidente da Comissão de Segurança Nacional e Política Externa do Parlamento iraniano, Alaedin Bruyerdi, que também se reuniu com o presidente sírio, Bashar al Assad, segundo imagens divulgadas pela televisão síria.

No último dia 18 de agosto, o escritório do vice-presidente afirmou que este seguia em seu posto e não tinha intenção de abandonar a Síria, após a divulgação de notícias sobre uma possível fuga sua para a Jordânia.

Apesar deste desmentido, os rumores não diminuíram e a oposição síria apontou que o vice de Assad se encontra sob prisão domiciliar.

Nesta linha, a agência oficial síria “Sana” informou ontem que foi enviado um e-mail falso aos meios de comunicação em seu nome anunciando a deserção de Charaa.

A visita de Bruyerdi à capital síria volta a evidenciar o apoio de Teerã ao regime de Damasco, apesar de a Síria afundar cada vez mais na violência.