A Venezuela rebateu as críticas formuladas pelos EUA e pelo Canadá sobre o comportamento do governo em assegurar os direitos de expressão e de livre associação. Roy Chaderton, embaixador venezuelano na Organização dos Estados Americanos (OEA), declarou que a Venezuela permanece aberta ao diálogo “com o setor democrático da oposição”.

Mais cedo, a embaixadora dos EUA Carmen Lomellin disse que o governo venezuelano estava “obrigado” a proteger os direitos de expressão e de livre associação, assim como a segurança dos cidadãos. O ministro canadense de Relações Exteriores, John Baird, reforçou a fala ao destacar a importância dos respeito a esses mesmos direitos.

As declarações de representantes dos EUA e do Canadá foram feitas durante a reunião do Conselho Permanente da OEA. Apesar das discussões sobre a Venezuela não estarem inicialmente na agenda de discussões, os EUA incluíram o tema sob o tema “outros assuntos”. Fonte: Associated Press.