A Samsung Electronics prometeu responder com firmeza à demanda judicial da Apple, que pediu a proibição das vendas de alguns de seus smartphones nos EUA. Em comunicado divulgado hoje, a gigante sul-coreana disse que irá “tomar todas as medidas necessárias para garantir a disponibilidade” de seus produtos “no mercado norte-americano”.

Depois de ganhar um processo por violação de patente contra a Samsung em um tribunal da Califórnia na semana passada, a Apple pediu uma primeira liminar contra oito smartphones da concorrente “para resolver de imediato uma parte dos danos irreparáveis” que a multinacional americana alega estar sofrendo.

Os smartphones que a Apple incluiu em sua lista de proibição de vendas não incluem os principais produtos da linha da Samsung, como Galaxy Note e Galaxy S III. Os aparelhos visados são Galaxy S 4G, Galaxy S II AT&T, Galaxy S II Skyrocket, Galaxy S II T-Mobile, Galaxy S II Epic 4G, Galaxy S Showcase, Droid Charge e Galaxy Prevail.

Juntos, esses produtos responderam por US$ 1,3 bilhão em vendas nos EUA nos primeiros seis meses do ano, de acordo com registros do caso no tribunal californiano. A audiência para decidir sobre a proibição das vendas está marcada para 20 de setembro. As informações são da Dow Jones.