Autoridades russas rejeitaram vigorosamente as acusações de envolvimento com as eleições presidenciais dos Estados Unidos e desmereceram as alegações de que Moscou estaria por trás de uma série de recentes ataques de hackers a instituições norte-americanas.

“Todos nos Estados Unidos estão dizendo que é a Rússia quem está concorrendo nas eleições presidenciais”, afirmou o ministro de Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov, em uma entrevista à rede de TV CNN nesta quarta-feira. “Não vimos sequer um único fato, uma única prova”, declarou.

Os Estados Unidos acusaram na última semana a Rússia de coordenar o roubo e a divulgação de e-mails da convenção nacional do partido Democrata, além de divulgar informações de outras instituições e indivíduos dos Estados Unidos. A acusação é de que a Rússia teria, com isso, interesse em influenciar os resultados do pleito.

Dmitry Peskov, porta-voz do presidente russo Vladimir Putin, afirmou a jornalistas nesta quarta-feira que as alegações norte-americanas são “absurdas”. Ele declarou que a Rússia segue comprometida com esforços de combate ao terrorismo cibernético. Fonte: Associated Press.