A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e a Rússia decidiram cooperar em um plano para construir um escudo de mísseis para proteger a Europa e concordaram que eles não são uma ameaça, informou o presidente da Otan, Anders Fogh Rasmussen. “As nações da Otan e a Rússia concordaram hoje em escrever que enquanto nós enfrentamos muitos desafios de segurança, nós não somos uma ameaça para o outro”, disse Rasmussen em uma conferência de imprensa depois da realização da primeira reunião entre Otan e Rússia em mais de dois anos. As informações são da Dow Jones.