Da Arábia Saudita, o presidente exilado do Iêmen, Abed Rabbo Mansour Hadi, ordenou que as milícias que lutam contra os rebeldes xiitas se juntem com o Exército do país, em uma aparente tentativa de unificar as forças terrestres.

De acordo com seu assessor, o major general Jafaar Mohammed Saad, o pedido do presidente foi feito na quarta-feira e as autoridades estão “trabalhando na implementação da decisão o mais rápido possível”.

As milícias atendem pelo nome de “Resistência Popular”, um termo vago usado pelos grupos contrários aos rebeldes xiitas, conhecidos como houthis.

No entanto, autoridades de segurança e militares afirmaram temer que a decisão forneça um caminho para extremistas da Al-Qaeda se infiltrarem entre os militares. Fonte: Associated Press.