A polícia no sudoeste da Suíça afirmou nesta segunda-feira que quatro alpinistas morreram e outros cinco ficaram em estado crítico depois de ficarem presos durante a noite devido a uma nevasca inesperada e a ventos fortes na região.

Autoridades de Valais enviaram sete helicópteros como parte dos esforços para resgatar 14 alpinistas da França, Itália e Alemanha na região de Pigne d’Arolla. O porta-voz da polícia de Valais, Markus Rieder, disse que eles foram pegos desprevenidos por ventos fortes, neve e frio e foram forçados a passar a noite ao ar livre.

Vários dos resgatados estavam sofrendo de hipotermia e foram levados para hospitais da região. A política disse que três pessoas morreram no hospital e outra aparentemente morreu em uma queda. De acordo com as autoridades, os alpinistas tentavam chegar à cabana dos caminhantes dos Vignettes, a 3.157 metros dos Alpes. Fonte: Associated Press.