A polícia da Malásia disse hoje que quatro norte-coreanos suspeitos de terem matado o meio-irmão mais velho do líder Kim Jong Un deixaram o país no dia do ocorrido.

A polícia vai pedir ajuda à Interpol para localizar os suspeitos, que não carregavam passaportes diplomáticos, de acordo com o vice-inspetor-geral da polícia, Noor Rashid Ibrahim. Ele acrescentou que outros três suspeitos estão sendo procurados.

As autoridades estão esperando que os parentes de Kim Jong Nam, que estava usando um passaporte norte-coreano com o nome Kim Chol, peçam pelo corpo. Os membros da família têm duas semanas para fazê-lo.

Os policiais não deram maiores detalhes sobre o assassinato. Os quatro foragidos são Ri Ji Hyon, Hong Song Hac, O Jong Gil e Ri Jae Nam. A polícia identificou outro suspeito como Ri Ji O e a identidade dos outros dois não é conhecida.

Até agora, quatro suspeitos foram detidos, incluindo um indivíduo com um passaporte norte-coreano que trabalha na Malásia e duas mulheres com passaportes da Indonésia e do Vietnã. Fonte: Associated Press.