A Duma (câmara baixa do Parlamento russo) ratificou o nome de Viktor Zubkov para o posto de primeiro-ministro do país. Zubkov foi aprovado por 381 votos a 47, com oito abstenções. A aprovação ocorre dois dias depois de o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ter surpreendido com a indicação de Zubkov, um político pouco conhecido até então. A decisão já era esperada, uma vez que a casa é controlada por aliados de Putin

Zubkov prometeu implementar as políticas do presidente para assegurar a estabilidade e o crescimento econômico do país. Ele sugeriu ainda que alguns ministros impopulares poderiam ser demitidos.

A indicação de Zubkov para o cargo causou surpresa apenas seis meses antes das eleições presidenciais. Esperava-se que, com a demissão do primeiro-ministro Mikhail Fradkov na quarta-feira, Putin optasse por algum integrante do alto escalão de seu governo.

Com a confirmação pela Duma, Zubkov, que durante seis anos foi secretário de uma agência responsável pelo combate à lavagem de dinheiro, passou a ser visto como um potencial candidato à sucessão de Putin.